quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Documentos

Outro dia no Noivasrio as meninas estavam comentando sobre mudar o nome depois de casar (ou melhor antes, pq a escolha é feita no cartorio antes do "casamento") e da dificuldade quanto a trocar os documentos... Eu sou a favor da troca, no meu caso pretendo não tirar nenhum nome (eu até tiraria se ele tb colocasse um dos meus sobrenomes, mas ele disse que prefere não mudar), apenas acrescentar o dele e até acho que vai ficar bonito, mas tb tinha um certo receio quanto ao trabalho de trocar os documentos, principalmente o RG.

Eu sou da época que o RG era tirado nas Delegacias, expedidas pelo Instituto Félix Pacheco e vc tinha que entrar numa fila quilometrica de madrugada, sempre tive a impressão que isso iria se repetir na hora de mudar o nome e o estado civil.

Fato é que ainda não mudei meu nome e muito menos meu estado civil (infelizmente, diga-se de passagem), mas acabei tendo que tirar uma segunda via do meu RG (até mesmo pra não dar problema mais lá pra frente na hora de casar). Ontem eu paguei o tal DUDA (R$ 23,10) e hoje fui pro DETRAN, crente que teria uma fila quilometrica... Que nada, demorei mais tempo tirando a foto que pra ser atendida, até na hora de tirar as digitais, a tinta era menos melequenta que da primeira vez (aqui no Rio apenas o posto de Copacabana tem o escaner de digitais) e saiu facilmente com um sabão em pó que tinha lá.

Hehehe, só acho que não era pedir muito que a máquina digital deles tivesse redutor de olhos vermelhos... Depois de tirar 3 fotos nas quais os meus olhos sairam vermelhos, a menina enfim se conformou de que teria que tirar a foto sem o flash, acabou que deu uma sombra do lado esquerdo mas era a sombra os olhos vermelhos...

Rápido e indolor, saí de lá morrendo de vontade de voltar logo pra fazer minha 3ª via. :)

Ah, se vc tá pensando em mudar de nome após o casamento, não esqueça de alterar, além do RG, CPF e Titulo, a sua CTPS e o seu PIS/PASEP. A maioria das pessoas esquecem do PIS, mas se o nome do PIS não estiver igual ao do seu documento de identificação, a Caixa não libera PIS e nem FGTS, além de dar a maior dor de cabeça pro pessoal do DP (hehe to defendendo a classe, odeio preencher RDTs). Pra atualizar o PIS é só ir numa CEF com a xerox e o original da certidão de casamento, já pra atualizar a carteira é só ir num CAT ou Posto do MTE (e nem precisa ficar com medo de "zerar" a carteira, a alteração é feita na carteira mesmo, sem precisar fazer outra)

3 comentários:

Fê, a noiva neurótica! disse...

AeEeEEEeEeEeE eu nao vou ter que fazer nada disso ahauhauhauhuhauha ELE que vai pegar meu sobrenome!
Eu vou ter que trocar tudo pra "casado" tbm ou nem? Pq meu nome ficara igualzinho....




mandei as fotos pra vc do veuzinho! mas postei lá tbm no meu blog...

bjo

Mi e Léo disse...

Olá...
Essa troca de nomes é complicado, por mim eu fikaria como estou e blz, mas o noivo insiste que eu pegue o sobrenome dele. Eu fazer isso, mas não vou pegar exatamente o ultimo nome dele pq acho feio, vou pegar o sobrenome do meio que é melhorzinho kkkk. Não vou tirar nenhum nome meu, pois acho isso uma perca de identidade.

Beijos Mi

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu