segunda-feira, 10 de março de 2008

Insegurança...

Passei o final de semana toda animada, inclusive com o assunto casamento, embora ele não tenha sido o centro das atenções do nosso fds.
Com uma sensação boa em relação a várias coisas, talvez pq ao ligar (pela 124578451ª) pra igreja e falar com a D. Vera ela tenha pela 1ª vez concordado com o que o Francisco já tinha dito sobre a degustação.

Mas, estranhamente acordei hoje com outro sentimento em relação as coisas, algo que racionalmente não tem nenhuma explicação...
E pra completar a minha "bela segunda-feira" o Rafa me manda um SMS dizendo que tinha acabado de ser DEMITIDO. Ainda meio anestesiada, digerindo a informação, sem acreditar muito nisso e sem a menor noção do que falar ou fazer numa hora dessas.

Sei que passado esse primeiro momento, essa demissão será boa pra ele, apesar do Rafa ter um salário satisfatório ele não estava feliz ali, não estava realizado com aquilo e todo dia reclamava de ter que ir trabalhar. Esse tempo que ele ficou lá serviu pra ele aprender que dinheiro não é tudo.
Ele a meses já vinha dizendo que já tava topando até sair dali pra qqr lugar por um salário menor (ele negou uma proposta do tipo, pq o salário oferecido era 30% menor do que o que ele recebia e pouco menos de 1 semana depois se arrependeu).
Claro que eu confio na capacidade dele e sei que algo melhor em termos de qualidade de vida vai pintar, tem ainda o concurso do TST que ele fez mês passado e que tá pra sair o resultado e com um pouco de sorte ele pode até ser convocado pra CEF (ainda pelo concurso de 2006, faltam umas 170 pessoas pra chegar nele), mas por outro lado bate uma puta insegurança em relação a tudo.
Perder o emprego por mais que não se goste dele, abala a auto-estima das pessoas...
Conheço-o suficientemente bem pra saber que daqui a no máximo 2 semanas ele vai estar bem abalado pelo fato de não estar trabalhando.

Juro que não sei o que fazer nessas horas, mas acho que talvez o mais racional seja dar um tempo no assunto "casamento" pra não piorar a pressão que ele mesmo faz sobre ele.
E daqui a algum tempo, de acordo com o andar das coisas, sentarmos pra conversa sobre a possibilidade de adiar um pouco as coisas.

Confesso que replanejar algumas coisas não me agrada muito, mas não é hora pra pensar no que se quer, mas sim no que se pode fazer numa possível nova realidade.
E que seja feito tudo de acordo com as vontade de Deus, afinal de contas nada acontece seu a Sua ciência.

6 comentários:

Mi e Léo disse...

Oiee

Amiga, talves o melhor mesmo seria dar um tempo nesse assunto de casamento, para refrescar a mente.
Eu e o noivo fazemos isso quando vemos que ja estamos saturados...

Beijos e boa semana MI

Amanda & Edson disse...

Fique em paz, nada acontece sem que Deus permita, por isso sempre acredito que no final tudo dará certo...

bjs
Amanda
(do clube)

Fernanda Perrú disse...

que situação chata...
dar um tempo no assunto casamento acho que é a melhor opção neste momento, apoiá-lo, incentivá-lo e tentar ajudá-lo é a melhor solução.

uma amiga que namorava 10 anos faltando 3 meses para o casamento o noivo foi demitido... sei que em menos de um mês ele arrumou um emprego melhor, com salário melhor, com mais benefícios e foi ótimo para os dois. nem sempre as coisas ruins são as piores pra gente.

bjks, se precisar de ajuda, estamos aí!

Dani e Alex disse...

Oi Wal!

Sei muito bem o que vc est� sentindo! Depois que eu comecei a me organizar para o cas�rio, meu noivo foi demitido duas vezes!!!! Imagina como eu fiquei na primeira vez??? Recebi a not�cia da mesma forma que vc e a �nica coisa que consegui fazer foi correr p/ o banheiro da empresa e chorar, chorar! Depois que me refiz da situa�o, agi racionalmente, ajudei ele a preparar um belo de um curr�culo e ditrisbuir pela net. Ele ficou muito triste (e estressado tb) mas eu consegui ficar calma para ajud�-lo. Gra�as a DEUS ele est� bem, conseguiu um emprego bem melhor que o outro e isso com certeza vai acontecer com o seu noivo! � s� ter paci�ncia!!!

Beijinhos,

Fique bem!!!

Dani

Elaine & Carlos disse...

Nada acontece por acaso e nada acontece se Deus não permitir.
Não cai uma folha da árvore sem a permição de Deus.
Coloque nas mãos dEle...

bjus

Zezé do Clube disse...

Puxa, Wal, levei um susto quando cheguei aqui hoje!

Esse momento é mesmo delicado e imagino como você deve estar apreensiva. Mas há de melhorar e seu noivo arranjar um emprego legal, que dê animo!

Não desanime também! Conte comigo, sempre!

Um beijo

Zezé